Programa “Coleta seletiva – Responsabilidade compartilhada”

O IMAMN implementa este programa que busca identificar, separar e coletar, na fonte geradora, os resíduos sólidos e posteriormente encaminhá-los à reciclagem. Para tanto, utiliza-se das redes sociais INSTAGRAM (@IMAMN.MN), site, spots em rádio e carro de som, campanhas extensionistas e da atividade de Agentes ambientais, de porta em porta. Estas ações buscam direcionar, de forma mais adequada, o montante de resíduo produzido na região e garante benefícios financeiros aos catadores envolvidos nesse processo, consistindo em uma ação que corrobora com o compromisso socioambiental do município.

O setor de Educação Ambiental junto ao de Gerenciamento de Resíduos Sólidos do IMAMN intensificou as ações do Programa de Coleta Seletiva que vem, a cada ano, superando os resultados, e que proporcionou em 2022 o recolhimento de mais de 250 toneladas de resíduos recicláveis (papel, plástico, metal e vidro), ultrapassando o mesmo período do ano anterior.
Para os próximos anos, o IMAMN pretende fortalecer parcerias já ativas e firmar novas para garantir a continuidade do compromisso socioambiental do município.

Pretende-se também ampliar o espaço físico da Central Municipal de Reciclagem (CMR) de forma a atender também as metas assumidas pelo município junto aos demais entes consorciados do Consórcio de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do Vale Jaguaribe (CGIRS-VJ), cujo objetivo final é a construção do aterro sanitário consorciado e, consequentemente, a extinção dos lixões, atendendo assim a política nacional de resíduos sólidos, demais objetivos do Novo Marco Legal do saneamento e aplicação dos recursos do Índice Municipal de Qualidade do Meio Ambiente – IQM, que devem ser priorizados nas ações voltadas às instalações físicas definidas no Plano Regionalizado de Coletas Seletivas Múltiplas.

Assim como, elaborar e implantar a compostagem dos resíduos de poda do município, com fomento dos recursos que estão sendo pleiteados junto ao Ministério do Meio Ambiente (FNMC) para mitigação das emissões de gases de efeito estufa e adaptação da mudança do clima, contemplando a aquisição de 01 (um) triturador de poda e a revitalização de 22 (vinte e dois) pontos de descarte irregular de lixo (pequenos lixões) existentes em ruas/bairros de Morada Nova. Para estas ações, contaremos com um valor de R$ 509.914,12 (quinhentos e nove mil, novecentos e quatorze reais e doze centavos) de repasse federal e R$ 16.000,00 (dezesseis mil) em contrapartida do município, conforme Edital MMA Nº 1/2022 FNMC.

Abrir
Skip to content